terça-feira, 27 de outubro de 2015

Provérbio linguarudo

Felizmente deixámos o apartamento há já dois anos.
Havia principalmente aquela velhota viúva do rés-do-chão direito sempre em conferência com a porteira. Aquilo era uma calhandrice pegada, a ver qual a mais coscuvilheira. Quem saía, quem entrava, com quem ia e a que horas vinha, quem correspondência tinha...
Línguas afiadas, de trapos, o pior mesmo a dizer das duas. E a porteira era a mais pica-miolos, quebra-ossos, não que fosse violenta ou corpulenta, mas porque era capaz de com apenas uma frase reduzir uma reputação a fanicos.

- Língua comprida, mentira maior

Sem comentários: